21 Questões para ajudar a sair do desemprego

21 Questões para ajudar a sair do desemprego

21 Questões para ajudar a sair do desemprego

Hoje vamos focar-nos em formas de combater o desemprego e voltar à vida ativa, no fundo queremos sugerir uma mudança positiva. Isso está inteiramente dependente da sua vontade e decisão. Se tens a convicção de que não quer estar no desemprego então este artigo é para você, pois tem as perguntas chave para te levar à ação. Caso prefiras continuar como desempregado, então o artigo pode também ser para você na medida em que te vai dar uma ideia de como voltar à vida ativa no futuro por muito distante ou difícil que esse futuro te pareça.

Para simplificar o conjunto de perguntas vamos estruturá-las em 4 fases distintas do plano: Objetivos, Realidade, Caminhos e Ação, que são também as fases utilizadas no processo de coaching de carreira.

Questões para ajudar a sair do desemprego


Objetivos


Os objetivos funcionam como um mapa onde definimos o nosso ponto de chegada. A forma mais eficaz de os interiorizar é escrevê-los, por isso pegue papel e caneta e vamos fazer isso. Uma boa prática para definir os objetivos é que eles sejam: Inteligentes, Específicos, Mensuráveis, Alcançáveis, Realistas e Temporais. Para te ajudar nessa definição temos as primeiras perguntas:

  1. Em que área você quer trabalhar?

  2. Quer mudar de área ou vai manter-se na mesma?

  3. Quer trabalhar por conta própria ou por conta de outrem?

  4. Quais são as suas empresas de sonho?

  5. O que você se imagina fazendo nessas empresas?

  6. Quanto quer ganhar para desempenhar essas funções?


Realidade


Agora que você já tem objetivos traçados no seu mapa é importante perceber em que lugar você se encontra. Saber qual a posição exata em que se encontra é essencial para traçar o melhor caminho para chegar aos seus objetivos.

  1. Como você pode contribuir para a sociedade/mercado?

  2. Que competências você tem que possam ser úteis no trabalho que pretende?

  3. Necessita adquirir mais competências?

  4. Qual é o seu valor de mercado?

  5. Quais as suas melhores qualidades?

  6. E quais os pontos a melhorar?


Opções alternativas e caminhos


Como já tem um ponto de partida e um ponto de chegada, o importante agora traçar o caminho a percorrer. E continuando com a metáfora do mapa, você é que decide se esse caminho é em linha reta, se é com desvios, se vai ser desafiante ou fácil de cumprir.

  1. Você consegue chegar diretamente ao seu objetivo?

  2. Qual será o primeiro passo?

  3. De que forma está pensando fazê-lo?

  4. Quais as hipóteses alternativas de lá chegar?

  5. Quais são as limitações?

  6. Como você pode as ultrapassar?


Compromisso


Agora só falta dizer quando vai iniciar a viagem, qual o meio de transporte a utilizar e assumir isso como um compromisso. É tal e qual como quando planeamos as férias, depois de estar tudo definido definimos o dia de partida e comunicamos no trabalho, à família e aos amigos para onde vamos de férias.

  1. Quando vai pôr as suas ações em prática?

  2. Qual a melhor forma de se sentir comprometido? Comunicar a amigos e família? Escrever num papel e colar no espelho do WC?

  3. Como você vai se sentir quando atingir o seu objetivo?


Como em qualquer outra área da nossa vida é importante planejarmos e definirmos um caminho a percorrer. A área profissional não é exceção, sendo mais importante ainda esta ação no caso das pessoas desempregadas.

E você já alguma vez planejou a sua saída do desemprego? Que resultados você teve? Deixe-nos saber nos comentários!!!
Autor Avatar

Sobre o autor

Equipe editorial para Profissional Coach - Diretório de coaches onde você encontra profissionais de coaching que ajudam você em sua jornada para boa saúde, bem estar, felicidade e sucesso. Encontre um coach profissional perto de você.

Deixe uma resposta